domingo, maio 08, 2011

Mãe!

Mãe

Tu és
Modelo de mulher
Mestra do saber.

O teu nome revela
Bondade,
Singeleza,
Afeto,
Calor... 
O teu amor supera
As tuas dores.

O teu amor é maior
Que tuas dificuldades. 
O teu amor é o eco
Do teu sim à vida.

Tu és
Como as abelhas,
Alimentas teus filhos
Com o pólen do amor.

Mãe,
Aquela que mais se assemelha a Deus, pois és:
Senhora da existência
Dona da criação
Vida da qual brota outro ser 
Basta uma semente em ti ser lançada
Para que possamos te comparar:
Como um terreno fértil,
Regado com as lágrimas do teu sofrimento
Adubado com doação constante
E iluminado com pleno amor.

Assim, comparando-a com uma árvore,
Vou continuar esta poesia:
Cepa da qual brota a rama
Seiva que borbulha nos renovos
Flor que dá origem ao fruto.

Assim és tu, mãe:
Orgulhosa mesmo na hora da dor
A mais humilde com o filho no colo
A mais pura quando amamenta.


Mãe, te amo demais, do fundo de minha alma, de meu ser.

Um comentário:

Diego Aurino disse...

Graciosa e encantadora.
Abraços,

http://twitter.com/#!/diegoaurino

Postar um comentário